As Lotus e a Sauber

E hoje surgiram mais 3 carros para a temporada desse ano, o T128, o C30 e o R31, carros da Lotus Racing (a verde), da Sauber e da Lotus Renault (a preta) em apresentações modestas, no caso da Lotus verde apenas fotos de sua revista on line, e apareceram desenhos interessantes. Surgiu também a primeira foto da Mercedes, só que uma só, numa posição ainda não muito favorável, e como o lançamento oficial é amanhã, fica pro próximo post.

Começando pela Lotus Racing, a verde, com o seu T128, que inicialmente ia se chamar TL11, mas provavelmente com medo de perder na justiça o nome Lotus, mantiveram a seqüência do carro do ano passado, o T127. As fotos estão ruins, ta meio difícil de ver direito o carro, que vem com um desenho bem ousado aerodinamicamente. Merecem ser citados: o bico mais baixo, indo contra a tendência dos carros já mostrados, um desenho da lateral e da entrada de ar bem ousado e a entrada de ar dupla sobre a cabeça do piloto, como a Mercedes do ano passado, o que é estranho porque a própria fabrica alemã desistiu desse recurso pro carro desse ano. O Mike Gascoyne não fez nenhum grande carro nos últimos anos, e resolveu ousar nesse. Vamos ver o que vai dar, porque em termos de pacote técnico (motor Renault e cambio da Red Bull), a equipe malaia pode fazer seus primeiros pontos na Formula 1.

Imagem da nova Lotus "verde"

A pintura do carro manteve basicamente o mesmo padrão do carro do ano passado, com uma leve mudança perto das rodas traseiras, com uma grande faixa amarela. Só não gostei do bico, os patrocínios foram colocados interrompendo a faixa amarela central, tradicional nos antigos carros de Colin Chapman. Ficou parecendo camisa de futebol listrada (tipo a do Fluminense com a Unimed), e poderia facilmente ser evitado. Junto com carro foi confirmado o baiano Luiz Razia como terceiro piloto, junto com o italiano Davidde Valsecchi. Apesar do piloto de testes não fazer muita coisa, Razia vai poder andar em algumas sextas feiras, e vai treinar nessa pré-temporada, o que o deixa numa boa situação. Boas apresentações nesses treinos podem render uma vaga de titular (não necessariamente na Lotus) pro ano que vem.

Sauber C30

A Sauber lançou o seu C30 no circuito de Valência e trouxe um carro mais conservador, seguindo todas as tendências apresentadas pelos carros nesses anos, como o bico alto e as “abas” citadas no post anterior. De qualquer forma, como carro (pintura não), achei um dos mais bonitos desse ano. Uma característica bem visível é a traseira alta e afinada, próximo ao suporte do aerofólio. Quanto à pintura, poucas, mas significativas mudanças. Uma delas é a ponta do bico, sem a pintura que remetia a identidade visual da BMW, mostrando que os bávaros estão totalmente fora na equipe suíça. A outra é a presença de patrocínios no carro, algo raro no ano passado. Com a entrada do dinheiro do multi-milionário mexicano Carlos Slim no time (responsável pela entrada do também mexicano Sérgio Perez), podemos esperar uma evolução da equipe durante a temporada e para a próxima também. A equipe continua com o grande Kobayashi como primeiro piloto.

Finalmente a Lotus Renault, com o seu R31 preto e dourado. Começando pela pintura, já não gostei tanto como tinha gostado quando surgiu a primeira montagem do carro. O dourado, pelas fotos, parece meio alaranjado, meio cobre, e as listras não estão tão parecidas com as dos carros pilotados por Emerson e Senna. E pra finalizar, esse vermelho da Total faz a cagada final, estragando o que poderia ser de longe o carro mais lindo do grid. O carro preto da Lotus verde é bem mais bonito que esse da Lotus preta (pra quem não entendeu essa frase, eu explico depois num post sobre a confusão das Lotus). O carro me parece mais interessante do que o do ano passado. O bico vem mais baixo que dos outros carros, e também com as famosas “abas” e a traseira do carro me parece mais robusta.

 Lotus "preta" com Bruno Senna entre os reservas

Uma surpresa na apresentação do ex-time gaulês foi a quantidade de pilotos reservas: 5 no total. Entre eles, Bruno Senna. Vale destacar que o chefe da equipe Eric Boullier declarou que desses 5, 3 são apenas reservas (não vão fazer realmente nada esse ano) e que Bruno e Romain Grojean serão os “terceiros pilotos”. Por ser o único que não está em outra categoria, o sobrinho de Ayrton é o substituto natural. Só não sei se o contrato dele fala sobre presenças nas sextas feiras, ou pré-temporada como o do Razia na outra Lotus. Ficar só de figuração o ano todo ia ser ruim pra ele. Em compensação ver um Senna numa Lotus preta com motor deixa os mais saudosistas animados (como eu).

Infelizmente o post ficou enorme, e eu ainda queria falar um monte de coisas, prometo reduzir nos próximos, serio mesmo! Amanha tem mais lançamentos, mas devido a quantidade de carros, farei 2 ou ate 3 posts, pra também falar um pouco dos testes, que também começam amanhã.

Boa noite para todos…

Sobre Pedro Horta

Engenheiro Mecânico que dá pitacos sobre F1, mas tb apaixonado por esportes, principalmente futebol, e uma boa cerveja!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s