Longe das Arábias

Agora é oficial, não vai ter GP do Bahrein, pelo menos não agora no início do ano. O chefão Bernie Ecclestone confirmou oficialmente o “adiamento” da corrida e o cancelamento dos testes na ilha-deserto. Obviamente a decisão mais sensata.

Adiamento entre aspas porque, na verdade, ainda não se sabe se terá corrida por lá esse ano. Fala-se no fim do ano, entre o GP de Abu Dhabi e o do Brasil, provavelmente fazendo com que o nosso GP seja atrasado em uma semana, e o campeonato termine só em dezembro. Agora a FOM tem uns 8 a 9 meses pra tentar organizar isso, sem dar prejuízo para todos os patrocinadores e pessoas envolvidas. E não vou estranhar se ano que vem o GP do Bahrein ficar lá no fim mesmo, até porque não tem sentido passar duas vezes pelo mesmo local e também acho que o GP barenita tem tudo pra ser uma boa corrida esse ano. O traçado não é de todo ruim, é do Hermam Tilke, mas não e ruim. Só que no início do ano, principalmente depois de uma grande mudança de regulamento, as equipes são muito conservadoras, e o GP tende a ser muito chato. Esse ano as equipes vão chegar lá disputando o título com os carros já evoluídos num circuito que permite ultrapassagens. Acho que vai ser interessante.

Quanto aos testes que seriam lá, esses foram transferidos para os dias 8 a 11 de março novamente em Barcelona. É uma grande diferença da programação original, porque, como falou o Alguersuari, testar de novo em Barcelona e não no calor árabe não vai dar a noção exata do comportamento dos pneus com temperaturas altas, fator presente nas primeiras corridas do ano. De resto, vamos ficar olhando os tempos e tentando tirar alguma conclusão, muito provavelmente, precipitada.

Mas, mesmo sendo uma conclusão precipitada, a gente tenta tirar alguma. Hoje terminou a terceira sessão de treinos nessa pré-temporada. E mais uma vez tivemos situações distintas, equipes fazendo voltas rápidas e outras simulando corridas. O que me parece interessante é o bom (e constante) desempenho da Toro Rosso, andando sempre entre os primeiros. Se estão muito leves, eu não sei, mas pelo menos estão chamando atenção. O melhor de hoje (e da semana) foi Massa. Os tempos ficaram assim:

 1.Felipe Massa ((BRA/Ferrari) 1m22s625 (121 voltas)
2. Mark Webber (AUS/RBR-Renault) 1m23s442 + 0s817 (69 voltas)
3. Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) 1m23s550s + 0s925 (90 voltas)
4. Nick Heidfeld (ALE/Renault-Lotus) 1m23s657 + 1s032 (95 voltas)
5. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) 1m24s003 + 1.378 (107 voltas)
6. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) 1m24s057 + 1.432 (121 voltas)
7. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) 1m24s177 + 1.552 (64 voltas)
8. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrar) 1m24s515 + 1.890 (74 voltas)
9. Jerome D’Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth) 1m26s501 + 3.876 (50 voltas)
10. Michael Schumacher (ALE/Mercedes) 1m27s079 + 4.454 (114 voltas)
11. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus-Renault) 1m29s992 + 7.367 (18 voltas)

Massa liderou os testes de hoje

E com isso a F1 da uma pausa de 15 dias sem testes e provavelmente sem grandes informações. Se aparecer alguma notícia interessante, eu posto aqui, se não, postarei só na semana que vem.

Boa tarde para todos…

Sobre Pedro Horta

Engenheiro Mecânico que dá pitacos sobre F1, mas tb apaixonado por esportes, principalmente futebol, e uma boa cerveja!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s