Molho inglês na disputa…

Foi bom esse GP da China hein? Corrida divertida, cheia de ultrapassagens, táticas diferentes. Valeu à pena acordar às 4 da manhã pra ver a última corrida da primeira parte da temporada! Viu-se a McLaren batendo a Red Bull, uma melhora significativa da Mercedes e até uma leve melhora da Ferrari também.

Hamilton foi o grande destaque da corrida. Soube poupar os pneus e usá-los sem exagero, foi rápido quando precisou e levou o caneco pra casa. Além dele, cito também Rosberg e Massa, que só não foram melhor e brigaram por vitória por problemas técnicos e estratégias mal feitas. Rosberg vinha muito bem, depois de uma grande sacada de Ross Brawn, voltou da primeira parada na frente, e bem a frente de Vettel, mas teve problemas com a bomba de gasolina se não me engano, e ficouem quinto. Merecia mais. E Massa também esteve ótimo. Depois de mais uma ótima largada, deixou Alonso pra trás e esteve sempre brigando na frente. Foi prejudicado pela estratégia da Ferrari, mas não culpo a equipe. Eles arriscaram. Com o carro fraco que têm, é sempre válido tentar algo diferente. Não deu certo, se tivesse feito 3 paradas poderia ter ido ao pódio. Mas valeu, o piloto são paulino andou muito melhor que Alonso, numa briga que é importante pra ele (não chega a ter a importância que o Galvão coloca, mas é importante sim). Ainda continuo na dúvida se coloco o Webber como destaque da corrida. Tudo bem, ele saiu de 18° pra terceiro, mas com o carro que ele tem, fazendo os últimos trechos de pneu macio, fez só um pouco a mais que a sua obrigação.

Massa correu bem (ao contrario do que eu previa), e superou com folgas o seu companheiro de equipe

Entre as equipes, grande melhora da Mercedes, e também vale comentar o desempenho da Toro Rosso nos treinos, botando os 2 pilotos no Q3, e a Lotus “verde” que superou Maldonado e Sérgio Perez, de equipes já estabelecidas. Destaque negativo pra Lotus Renault, que deu uma caída esse fim de semana, depois de dois pódios seguidos. O resto foi mais ou menos aquilo que se esperava mesmo.

Rosberg foi outro que impressionou a bordo de uma Mercedes bem mais equilibrada

Mas o grande destaque desses 3 GPs são os pneus Pirelli. A diferença de desgaste entre os compostos, e o grande desgaste deles no geral tem causado todas essas disputas interessantes na pista. Esse GP da China pode ser o espelho dessa temporada. Dessa vez a FIA acertou e conseguiu algo que realmente influenciasse nas corridas e as deixassem interessantes sem chuva. Se ainda não é aquela emoção de antigamente, já e muito melhor que a monotonia dos últimos anos.

Com isso acaba a primeira perna da temporada, e temos um cenário interessante: Red Bull é o melhor carro disparado, mas sofre com os problemas do KERS, e por isso pode ser alcançada pela McLaren, segunda força do campeonato. O feioso carro inglês tem se mostrando consistente e deve levar mais algumas corridas até o fim do ano. Lotus Renault e Mercedes se revezam pra ver quem bate na Ferrari, que fecha esse segundo grupo. Mas os italianos tem um ritmo de corrida mais consistente que os outros 2. Brigando pelos pontos, Sauber, Force Índia e Toro Rosso, vão aparecer de vez enquando no Q3 e marcar seus pontinhos. São equipes simpáticas. Williams e Lotus “verde” estão mais ou menos no mesmo andar, mas a primeira ta descendo o elevador e a segunda ta subindo. Devem fazer poucos pontos na temporada. E a Hispania deve passar a Virgin daqui a pouco. O carro inglês é muito ruim! Só CFD não dá, né Sr. John Booth!

Hamilton dá uma cusparada no pódio e mostra que, apesar de bom piloto, é meio mal educado

Apesar da vitória do Hamilton, Vettel ainda é o cara a ser batido, e ainda tem uma boa vantagem na classificação e assim que vamos pra Turquia, daqui a 3 semanas. Até lá, muita gente vai se matar em cálculos e túneis de vento, fazendo com que o panorama mude pro GP Turco (no melhor circuito de Herman Tilke). Mas nessas férias o blog não vai parar, e além das notícias que vierem por ai, ainda tem coisas pra se falar como a briga das Lotus, o futuro da McLaren e o começo da dança das cadeiras (ou dos cockpits). Boa noite para todos…

Sobre Pedro Horta

Engenheiro Mecânico que dá pitacos sobre F1, mas tb apaixonado por esportes, principalmente futebol, e uma boa cerveja!
Esta entrada foi publicada em GP da China com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Molho inglês na disputa…

  1. Rafael diz:

    Excelente corrida. Pena que o Massa ficou sem pneus no final.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s