O velho Hamilton

E mais uma vez tivemos um bom GP. Não foi assim espetacular, mas foi um bom GP e com grande atuação de Lewis Hamilton. O inglês fez uma corridaça e mereceu levar o troféu Kisses da Hershey’s que o Santander da como prêmio. O piloto inglês pulou na ponta na largada se aproveitando de mais uma largada ruim de Mark Webber e protagonizou boas disputas com o próprio piloto australiano e Alonso.

Hamilton largou bem e pulou na frente no GP da Alemanha

Como de costume, não vou ficar escrevendo exatamente como foi a corrida, então para os que não viram o resultado final ficou:

1 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 60 voltas em 1h37m30s334
2 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 3s980
3 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – a 9s788
4 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – a 47s921
5 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 52s252
6 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – a 1m26s208
7 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 1 volta
8 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 1 volta
9 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 1 volta
10 – Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) – a 1 volta
11 – Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) – a 1 volta
12 – Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – a 1 volta
13 – Paul Di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – a 1 volta
14 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) – a 1 volta
15 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – a 1 volta
16 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) – a 2 voltas
17 – Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) – a 3 voltas
18 – Jerome D’Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) – a 3 voltas
19 – Daniel Ricciardo (AUS/Hispania-Cosworth) – a 3 voltas
20 – Karun Chandhok (IND/Lotus-Renault) – a 4 voltas

Não completaram:
Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) – a 23 voltas/mecânico
Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 25 voltas/hidráulico
Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – 44 voltas/motor
Nick Heidfeld (ALE/Renault-Lotus) – a 51 voltas/acidente

Melhor volta: Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m34s302, na 59ª

A briga entre os três primeiros foi um espetáculo à parte, os três se alternaram na ponta, tiveram suas chances, e quando todos imaginavam que, por parar antes na última leva de paradas, Hamilton ia se prejudicado, o que aconteceu foi o contrário. Os pneus macios dos três já estavam tão desgastados que quando os duros entraram na disputa, Hamilton começou a ganhar tempo. E nessa parada ganhou a corrida.E só pra não ficarem falando que a corrida foi decidida nos boxes, Alonso é que saiu na frente, mas não conseguiu resistir a pressão do inglês ainda na segunda curva e perdeu a ponta. Webber tinha tentado fazer isso antes, com Hamilton, mas não tinha conseguido. Antes disso, os três disputaram bastante, e sempre muito próximos com destaque para a bela disputa entre Hamilton e Webber, quando Hamilton errou, espalhou o carro depois do ultimo “S”, Webber passou, mas o inglês colou ainda no fim da ultima curva, entrou na reta pegando o vácuo e devolveu a ultrapassagem. Grande lance.

Depois de toda a disputa na corrida, Alonso ficou sem combustivel e voltou de carona com Webber

Outros pilotos de destacaram na corrida.Schumacher não foi assim genial, mas se divertiu, brigou, rodou e mostrou que está ali pra isso. Óbvio que ele queria estar ganhando, mas dessa vez, pelo menos ele brigou bastante. Kobayashi mais uma vez foi muito bem. Largou em 17 e terminou em 9, brigou com um monte gente como sempre, mas sem exageros. Sutil conseguiu um ótimo 6 lugar também merece ser citado. Massa e Vettel fizeram uma excelente corrida também, mas do meio pro final. A grande disputa do dois, infelizmente foi decidida na última volta, numa parada nos boxes. Nada contra o erro do mecânico, acontece, ninguém fez de sacanagem com o Massa, mas essa disputa teria sido ainda mais legal se tivesse terminado na pista!

E aproveitando Vettel e Massa, começo falando dos dois pra falar dos pilotos que mandaram mal. Massa até largou bem, mas ficou encaixotado e quando percebeu, estava atrás de Rosberg, e por lá ficou muito tempo. E esse tempo todo acabou com a sua corrida. No fim das contas, não acho que ele teria chegado ao pódio, ficaria ali em quarto na frente de Vettel, mas não precisava ter chegado tão atrás do Webber né? E Vettel sentiu um pouco o carro, que também apresentou problemas e se curou sozinho ao longo da corrida. Mas também errou, rodou de bobeira e deve ter sentido a pressão de correr em casa. E só pra terminar, o grande trapalhão foi Heidfeld que bateu com alguém na largada, bateu com o Buemi no início da corrida e acabou ficando de fora. Ainda acho que é só pra meter pressão mas Bruno Senna vai participar do primeiro treino livre na Hungria, no lugar dele. Abre o olho Nick.

Massa alternou bons e maus momentos na corrida e mais uma vez ficou em quinto lugar

Mas voltando ao campeonato, ainda acho que está decidido, dificilmente Vettel não leva. Mas é inegável que Ferrari e principalmente Mclaren já andam no nível das Red Bulls. E, como disse o Alonso, isso bom para aqueles que disputam com Vettel, é mais gente pra tirar pontos do atual campeão. A Mclaren mostrou que sentiu muita falta do difusor aquecido na Inglaterra, mas que agora, com a volta do equipamento, está de volta a briga. Só precisar parar de deixar o Button na mão ne? Segunda corrida seguida!Enfim, o campeonato vai esquentar, pena que um pouco tarde demais… Boa noite para todos!!

Sobre Pedro Horta

Engenheiro Mecânico que dá pitacos sobre F1, mas tb apaixonado por esportes, principalmente futebol, e uma boa cerveja!
Esta entrada foi publicada em GP da Alemanha com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s